4 Métodos de inspeção não destrutiva para corrosão sob isolamento

Os testes não destrutivos desempenham um papel importante na detecção e prevenção do flagelo da CUI, e cada método tem seu próprio conjunto de vantagens e desvantagens. As dificuldades e custos de encontrar e prevenir o problema muito comum, mas evasivo, de corrosão sob isolamento (CUI) são amplamente conhecidos e bem documentados.

A CUI é difícil de encontrar porque está escondida sob o isolamento e há custos substanciais e problemas logísticos envolvidos na remoção das tampas, inspeção dos tubos e reinstalação das tampas. Até mesmo cortar plugues no convés e testá-los é um processo demorado e trabalhoso, além disso, pode haver mais complicações se o amianto for identificado e precisar ser removido com segurança. (Para uma introdução ao CUI, leia Corrosion Under Insulation: The Challenge and Need for Insulation.)

A corrosão sob isolamento é um problema comum em equipamentos e tubulações de processos industriais, onde o isolamento térmico é aplicado para controlar a temperatura. A corrosão pode ocorrer na superfície metálica subjacente ao isolamento e pode ser difícil de detectar e avaliar. Os métodos de inspeção não destrutiva (NDT) são úteis para detectar e avaliar a corrosão sob isolamento. A seguir estão alguns dos principais métodos de inspeção NDT para corrosão sob isolamento:

  • Ultrassom: O ultrassom é um método popular de NDT para detectar a corrosão sob isolamento. Ele usa ondas sonoras de alta frequência para detectar mudanças na espessura do metal e pode detectar a corrosão em uma fase inicial.
  • Radiografia: A radiografia é um método de NDT que usa raios-X ou raios gama para detectar a corrosão sob isolamento. Ela pode ser usada para avaliar a espessura do metal e detectar a corrosão em áreas difíceis de alcançar.
  • Termografia: A termografia é um método de NDT que usa imagens térmicas para detectar anomalias na superfície do metal. Ela pode ser usada para detectar a corrosão sob isolamento, uma vez que a corrosão geralmente causa um aumento na temperatura da superfície.
  • Eddy Current: O método de corrente parasita, também conhecido como eddy current, é um método de NDT que utiliza um campo magnético para detectar alterações na condutividade elétrica do metal. Ele pode detectar a corrosão em uma fase inicial e pode ser usado para avaliar a espessura do metal.

Cada método de inspeção tem suas próprias vantagens e limitações, e o método escolhido dependerá da natureza do equipamento ou tubulação, da espessura do metal e da disponibilidade do equipamento de inspeção.

Inspeções não destrutivas de corrosão sob isolamento (CUI)

Vários métodos de teste não destrutivos são usados ​​para inspecionar CUI, que muitas vezes só é detectado quando está bastante avançado e o fluido está vazando visivelmente. Naturalmente, as indústrias preferem tecnologias que permitam a inspeção sem a necessidade de remover as tampas de isolamento. (Saiba mais sobre os benefícios em Por que a inspeção não intrusiva (NII) é um processo tão eficaz para o controle da corrosão.) melhor resultado

Aqui estão quatro dos melhores métodos de inspeção para CUI.

Inspeção visual

A inspeção visual é o método mais simples e óbvio, que consiste em remover a cobertura (parcial ou totalmente), examinar visualmente a superfície em busca de sinais de corrosão ou danos e, em seguida, substituir o isolamento. É eficaz, mas a desvantagem é que é caro e os engenheiros só podem inspecionar as áreas externas dos tubos em busca de defeitos e não o espaço interno. O isolamento também pode precisar ser substituído, aumentando o custo geral. O processo deve ser feito de forma cuidadosa e correta, caso contrário, a integridade da estrutura pode ser comprometida com o risco adicional de contaminação.

Cintilografia óssea

A radiografia é outro método comum de inspeção CUI. Essa tecnologia de raios X é usada de várias maneiras, como radiografia em tempo real (RTR), radiografia computadorizada (CR) e matrizes de detectores digitais (DDAs). Existem vantagens e desvantagens para cada método, e a adequação depende da aplicação específica. Por exemplo, um instrumento CR só é adequado quando você tem acesso aos dois lados do componente em teste, enquanto os dispositivos DDA, embora mais precisos e com menos distorção de imagem, são limitados a pequenas estruturas e seu desempenho diminui à medida que o tubo aumenta. o diâmetro aumenta.

Cada um opera com base no princípio dos raios X, que fornecem uma visão de perfil do diâmetro de um tubo através do isolamento e destacam áreas de alteração ou espessura, que podem indicar um acúmulo de corrosão. Software avançado e imagens digitais permitem que as imagens sejam visualizadas em tempo real e aprimoradas para oferecer aos operadores a melhor visualização possível. Outras vantagens incluem portabilidade, análise rápida, rastreabilidade e arquivamento digital.

Medição de espessura ultrassônica (UT)

A medição de espessura ultrassônica (UT) é uma técnica de inspeção visual remota eficaz, altamente precisa e versátil, amplamente utilizada em muitos setores. Funciona com base no movimento das ondas ultrassônicas e pode medir a espessura da parede por meio de uma variedade de revestimentos e revestimentos. Outra vantagem é que requer acesso apenas a um lado do componente em teste. Mas existem desvantagens; a inspeção é limitada a pequenas áreas e a calibração é necessária para cada material diferente.

Corrente Foucault Pulsada (PEC)

Pulsed Eddy Current (PEC) usa ondas eletromagnéticas para determinar a espessura da parede de qualquer material que conduz eletricidade. Este método fornece um alto grau de precisão, embora as sondas não exijam contato com a superfície de teste, mas como a tecnologia fornece apenas espessura média da parede, geralmente é usada apenas como uma técnica de detecção e não para detectar áreas isoladas de corrosão. O PEC só pode ser usado em construções de aço carbono e aço de baixa liga, o que limita o escopo de suas aplicações.

Resumo

Esta é uma visão geral muito ampla dos vários métodos de inspeção para corrosão sob isolamento, e qualquer decisão sobre a tecnologia mais apropriada, ou combinação de tecnologias, para uma aplicação específica garante um exame e compreensão muito mais detalhados. (Leitura relacionada: Como selecionar a melhor prova de valor e ferramentas de monitoramento.) Não há dúvida de que os testes não destrutivos desempenham um papel importante na detecção e prevenção do flagelo da CUI e cada método tem seu próprio conjunto de vantagens e desvantagens.

Go up